Vendas: (11) 3305-4833 | Serviços: (11) 3305-4800 + Telefones Orçamento Elevadores E-mail Contato venda elevadores

Elevadores de carga compatíveis com as normas ABNT NBR NM 267 e NBR 14712

Elevador de carga é destinado principalmente ao transporte de cargas e no qual somente o ascensorista e a pessoa necessária para a carga e descarga são permitidos viajar. . Como este elevador fará transporte de pessoas, são obrigatórios alguns dispositivos de segurança. Como exemplo: freios de segurança na cabine.

Elevadores para transporte de passageiros, consultar:


Elevadores Panorâmicos Elevadores Sociais e Residenciais Elevadores para Maca e Leito

Outra exigência da norma é que se tenha um poço de no mínimo de 1,20m ou 1,50m abaixo da primeira parada* e uma última altura com um vão livre de 1,20m ou 1,50m acima da cabine* estacionada na última parada.
(*) Esta medida mínima varia de acordo com o tamanho e a capacidade de carga do elevador.

Existem algumas liberações exclusivas para elevadores de carga que adéquam seu uso e facilitam sua instalação.



Tamanho da cabine e capacidade de carga

Os elevadores de carga da ALFABRA normalmente são produzidos de acordo com a necessidade de cada cliente. Não há normas que definam medidas mínimas ou máximas. A carga também pode ser adaptada ao tipo de material que será transportado, desde que respeite o mínimo estabelecido para a classe que se adéqua.
Veja abaixo as classes dos elevadores de carga.

Fechamento do poço (caixa de corrida)

Nos elevadores de carga, a caixa de corrida (poço) pode ter fechamento em grade, diferente do que ocorre nos elevadores de passageiros.

A grade deve atender parâmetros mínimos de segurança, mas representa economia na instalação do elevador cargueiro.

Modelos de portas alternativos

Diferente dos elevadores de passageiros, são permitidos vários modelos de portas. Cada modelo de porta possui uma característica diferente, que pode facilitar a adequação.
Veja abaixo alguns modelos de portas


CLASSES DE ELEVADORES DE CARGA – ABNT / NBR 14712.

CLASSES

TIPO DE CARGA A TRANSPORTAR

Classe A Elevadores Carga Classe A

Carga comum, onde o peso é distribuído e nunca uma peça singela pesa mais que ¼ da carga nominal do elevador.

O carregamento e a descarga são manuais ou através de empilhadeiras manuais. Para esse tipo de carregamento a carga nominal mínima deve ser calculada com a base de 250/m2 da área útil da cabina.

Classe B Elevadores Automóveis Classe B

Carga automotiva, em que o elevador é usado para transporte de veículos utilitários ou automóveis de passageiros, até a carga nominal do elevador.

Para esse tipo de carregamento, a carga nominal deve ser calculada com a base de 150 kg/m2 da área útil da cabina.

Classe C Elevadores Carga Classe C

Quando o carregamento é feito por empilhadeira motorizada, transportada ou não pelo elevador, e outros carregamentos com grandes concentrações de carga, na qual a empilhadeira motorizada não é utilizada.

Durante o carregamento, a carga na plataforma não deve exceder 150% da carga nominal e em nenhum caso o peso da empilhadeira motorizada deve exceder 50% da carga nominal do elevador.

Para esse tipo de carregamento a carga nominal mínima deve ser calculada a base de 250 kg/m2 da área útil da cabina. Durante a viagem, o peso da empilhadeira motorizada somada a carga não podem exceder a carga nominal do elevador.


PORTAS

PORTAS

DESCRIÇÃO

Portas automáticas deslizantes na horizontal Portas automáticas

Portas semelhantes à dos elevadores de passageiros. Sua principal vantagem é a agilidade nas operações de carga e descarga pois sua abertura é rápida e não requer intervenção humana, evitando mau uso.

Em sua instalação há uma perda no vão livre da porta e sua instalação requer uma caixa de corrida (poço) mais larga, nesses casos apresentam um excelente custo / benefício.

Essa porta terá seu uso comprometido quando houver restrições de espaço e/ ou ambientes hostis, com a presença de muito pó ou produtos abrasivos.

Portas pantográficas Portas pantográficas

A porta pantográfica é a mais popular em elevadores de carga por ser uma solução barata. Elas permitem abertura total, com máximo aproveitamento da cabine, mas são delicadas e muito suscetíveis ao mau uso.

Portas pantográficas requerem muito mais manutenção do que os outros modelos de portas. O alto índice de manutenção elimina rapidamente a ilusão do custo baixo inicial.

A ALFABRA não comercializa nem recomenda este tipo de porta para elevadores de carga. Além da desvantagem do custo direto a curto prazo, existe o agravante de “máquina parada” toda vez que for necessária uma manutenção corretiva.

Portas de eixo vertical Portas eixo vertical

São portas com dobradiças, semelhantes a portas “normais”.

Esse modelo de porta só deve ser instalado nos pavimentos, portanto não deve ser utilizada na cabina do elevador. Normalmente elas são utilizadas para substituir a porta pantográfica do pavimento, por oferecer maior conforto, segurança e resistência, reduzindo sua manutenção.

Portas guilhotina
Deslizantes na vertical
Portas guilhotina

São portas robustas e resistentes, ideais para cargas pesadas e ambientes hostis.

São sólidas e muito resistentes para minimizar danos em caso de mau uso ou colisões de equipamentos e empilhadeiras.

Como não precisam de trilhos, trabalham com soleiras lisas e resistentes, ideais para operações de carga e descarga com empilhadeiras e paleteiras.

Podem ser manuais ou motorizadas.

Outras Opções Opções portas

São permitidas outras opções de portas que não são tão usuais.

Consulte um representante ALFABRA para avaliar qual modelo é mais adequado para o seu caso.


© Elevadores Alfabra
Rua Isabel de Siqueira Barros, 234 - Jardim Pereira Leite
Bairro do Limão
- São Paulo - SP - CEP 02712-080